Skip to content

10 benefícios das farinhas de leguminosas e como incorporá-las em seus pratos

Rate this post

Moendo as leguminosas são obtidos farinhas sem glúten ricas em proteínas, minerais e fibra. Contamos-lhe os seus benefícios e como incorporá-las a suas receitas.

1. Mais assimiláveis

Estas farinhas são um recurso muito versátil, se você quiser se beneficiar das propriedades nutricionais do grão-de-bico, lentilha, soja, ervilha ou até mesmo os tremoços, já que o grind conservam seu valioso poder nutritivo e ainda melhora a absorção de alguns nutrientes.

2. Um alimento completo

As leguminosas secas, e, portanto, suas farinhas, são reconhecidas como um alimento de primeira ordem pela sua riqueza em proteínas, fibras e um saudável perfil graxo, que, além disso, ajuda a reduzir o colesterol. Também são uma boa fonte de minerais, como o magnésio ou ferro) e vitaminas do grupo B.

3. Aliadas contra o excesso de peso

As farinhas de leguminosas são mais ricas em proteínas (20-36%) do que as de qualquer cereal (10-13%). No câmbio, à exceção da farinha de soja, têm apenas gordura. Isso não só desmonta a idéia de que os legumes engordam, se não que os habilita como um ingrediente muito útil na hora de aliviar as receitas.

4. Sem altos e baixos de glicose

Seu componente principal, os hidratos de carbono, são constituídos por amido, o que, unido a sua fibra lhe confere um baixo índice glicêmico. Isso não só mantém estáveis os níveis de glicose, mas que as tornam um bom combustível para o cérebro.

Combinações nutritivas

5. Sem glúten

A ausência de glúten é um dos seus melhores trunfos, já que facilita muito a vida para as pessoas alérgicas a derivados do trigo e ao cada vez maior número de pessoas que sofrem de sensibilidade a esta epidemia.

6. Muito versáteis

As leguminosas moídas oferecem uma deliciosa forma de enriquecer os pratos. Não só contribuem com seus nutrientes e sabor delicado, mas que a maioria tem, além disso, propriedades aglutinantes, espessantes ou emulgentes muito úteis na cozinha. A indústria alimentar as aproveita para obter massas com uma textura mais firme, estabilizar as emulsões ou aumentar o volume de alguns cereais de pequeno-almoço ou produtos de aperitivo.

7. Textura esponjosa

Uma das mais versáteis é a farinha de grão-de-bico (também chamado de “beijo”). Com ela você pode fazer uma excelente omelete de batatas, sem a necessidade de usar nem um único ovo: dá textura e uma cor ligeiramente amarela. Você também pode fazer com que o seitan se a peça lhe fica muito mais fofo añadiéndola ao glúten.

8. Rebozados saudáveis

A farinha de grão-de-bico pode ser usado para rebozar. Na Índia, por exemplo, preparam-se com frequência de cerca de rebozados chamados pakoras.

9. Renata e burguers

As farinhas de leguminosas são úteis para dar ligação para bolos, almôndegas ou hambúrgueres vegetais. A de ervilhas, por exemplo, lhes dá uma cor e sabor inigualável.

10. Dar corpo a molhos e caldos

Por conter amido, estas farinhas são excelentes como espessantes e uma saudável alternativa se precisa dar corpo a um molho, caldo ou qualquer outra receita em que se pode empregar o milho ou o trigo.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *