Skip to content

10 Hábitos mortais que danificam seriamente os seus rins

Rate this post

Os rins são um órgão super importante para a nossa saúde, sem eles não podemos viver.

Os rins são responsáveis de filtrar o sangue, produzem hormônios muito importantes, ajudam a absorver minerlaes, produzem urina, neutralizam ácidos e eliminam as toxinas. Como um dos órgãos mais importantes de seu corpo, os rins merecem seu cuidado e proteção.

O dano e deterioração constante de nossos rins pode passar despercebido pro anos, já que os rins ainda podem fazer o seu trabalho com apenas 20% de sua capacidade funcionando. Por isso muitas vezes é chamada de doença dos rins “doença silenciosa”. É muito importante que cuide aos seus rins antes que seja muito tarde.

Para que o dano do seu rim chega a insuficiência renal têm que chegar a funcionar apenas 25 % de ambos os rins.

Aqui estão os 10 hábitos que podem plano de grandes danos para os rins, enquanto passo o tempo:

1. Não beber água o suficiente

O aporte de água é fundamental para que os rins possam cobrir suas funções, especialmente a excretora e reguladora do ambiente interno.

A quantidade de água ideal é de dois litros. Com um traz menor, o rim fica submetido a um esforço desnecessário.

2. Ser viciado em açúcar

açúcar-3

O açúcar contribui com calorias vazias, o que já em si é negativo. Para os rins, implicam um esforço que o pode danificar.

As pessoas que têm diabetes, seja de tipo I ou tipo II deve controlar muito bem a sua doença, já que a função renal pode-se ver seriamente afetada em diabetes mal tratada.

3. Muito sal em sua dieta

O consumo de sal obriga o rim a um trabalho extra muito importante. Não nos esqueçamos de que não só controlam os níveis de minerais, mas também a pressão arterial.

Um aporte exagerado coloca um escoyo a uma função normal. A circulação dentro do rim afeta seriamente com a pressão elevada.

Um aporte exagerado de Sódio, é algo negativo.

4. Vício do café

O café de uma forma muito abundante atua elevando a pressão arterial, por isso que acontece o mesmo que no caso anterior, de modo que submete ao rim não apenas a um trabalho extra, mas a um trabalho em pior condição.

5. Consumir medicamentos para a dor em forma desnecessária, ou medicamentos que podem prejudicar a função renal, sem controle médico

O abuso de drogas para controlar a dor é uma importante causa de insuficiência renal.

Existem medicamentos, por outra parte, que têm um potencial efeito negativo sobre o rim, mas sob supervisão médica e com o tempo e a dose necessária não há problema em usá-los.

6. Deficiência de minerais e vitaminas na dieta

A dieta saudável deve ser equilibrada. Não se trata de dar ênfase em um único item.

Por exemplo, o cálcio, uma quantidade exagerada pode facilitar a formação de cálculos (pedras) nos rins. É claro que devem confluir outras causas para isso, mas costumam ser indetectáveis, por isso o ideal é controlar a dieta de modo que seja equilibrada.

7. Contribuição demasiado exagerado de proteínas de origem animal

Os rins filtram as proteínas de modo que não devem ser eliminadas pela urina. Isto implica um trabalho importante. Se o aporte é muito exagerado, o trabalho também será.

8. Adiar o momento de urinar

Há pessoas que têm o mau hábito de urinar muito poucas vezes ao dia, já que reprimem a sensação de ter que urinar. Em outras palavras, sentem o desejo de urinar, mas o adiam. Isso é uma má idéia, desde todo ponto de vista.

Pode favorecer a formação de cálculos (pedras), em particular, quando outros fatores de risco estão presentes e também favorece as infecções do trato urinário.

Não os produz, mas as favorece. As infecções do trato urinário, em especial as que alcançam o rim, é algo que devemos sempre evitar e tratar de forma adequada, se houver.

9. Não descansar o suficiente

As horas de sono não só servem para repor as energias, mas que, nesse momento, se reparam tecidos, saindo de algumas substâncias, etc., Com os rins, acontece o mesmo que com muitos órgãos: se danificam com maior facilidade quando não se descansa o suficiente.

10. Consumo abusivo de álcool

O consumo de álcool com moderação não é um problema, mas o consumo abusivo é um problema muito sério.

Um dos órgãos que se podem prejudicar muito a sério são os rins, pelo que há que ter isso em conta na hora de consumir álcool, em especial aqueles que já têm um problema renal (nesse caso añun um consumo mínimo pode ser muito má idéia).

As funções de seu organismo que ocupam os rins:

  • Função excretora. Na elaboração da urina, filtram nosso sangue, eliminando toxinas e mantendo o que precisamos (glicose, proteínas, etc.).
  • Função reguladora da água no nosso organismo. No caso de ter uma perda significativa de água diminui a quantidade de urina, para regular a quantidade necessária. No caso de um aporte elevado, aumenta a quantidade de urina. Desta forma evita-se que nos deshidratemos ou que, pelo contrário temos uma retenção de líquidos.
  • Função reguladora do pH. A acidez ou alcalinidade do meio interno, rege-se, em boa parte pelos rins.
  • Regula a pressão arterial. Os problemas renais se acompanham com freqüência de elevação da pressão arterial, justamente por este motivo.
  • Estimula a produção de glóbulos vermelhos, já que segrega uma hormona chamada eritropoietina.
  • Regula o metabolismo de vários minerais, pelo que a manutenção dos seus níveis normais depende em muito os rins.
  • É importante na produção de vitamina D, que é a chave para a formação e crescimento dos ossos.

Para manter-se saudável e evitar problemas em seus rins come alimentos frescos, alimentos naturais, inteiros, e evita os danos que citamos acima, o máximo possível, isto concurso! seus rins para evitar o stress máximo constatne e seu corpo vai agradecer.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *