Skip to content

Categoria: SAUDE

Tesofensina Emagrece Mesmo?

Phytophen

Na batalha incessante pela perda de peso, novos medicamentos não param de surgir e de ser introduzidos no mercado, com a promessa de emagrecer. Uma desses novos medicamentos é a Tesofensina. Mas a tesofensina emagrece mesmo? É o que iremos discutir a seguir.

O que é Tesofensina?

A tesofensina é um medicamento em desenvolvimento para o tratamento da obesidade e perda de peso. Inicialmente, foi testado como um medicamento para tratar o Mal de Alzheimer e o Mal de Parkinson, e embora não tenha mostrado resultados significantes quanto a essas doenças, teve um efeito de emagrecimento nos pacientes que receberam o tratamento experimental. A tesofensina tem propriedades muito eficazes na perda de peso, e é considerada um possível medicamento para tratar obesidade.

Como a Tesofensina Funciona?

Como muitas das doenças humanas, a obesidade é uma doença que começa no cérebro, e é exatamente aí que a tesofensina trabalha para diminuir o apetite. Após os resultados negativos do medicamento para o tratamento do Mal de Parkinson e Mal de Alzheimer, mais estudos foram feitos para estudar se a tesofensina emagrece. Como resultado desses estudos, ficou comprovado que a tesofensina pode ser um bom medicamento para perda de peso e combate à obesidade.

A tesofensina é considerada um medicamento pré-sináptico inibidor de dopamina, serotonina e noradrenalina. Quando esses neurotransmissores não são reabsorvidos pelo sistema nervoso central, a resposta do corpo é sentir menos fome. Assim, os pacientes comem menos. A tesofensina também parece ser capaz de afetar a sensação de prazer envolvida com a alimentação ao modular a ação da dopamina em um setor específico do cérebro.

Em um estudo clínico com 203 pessoas (metade delas tomando placebo), aqueles tomando placebo tiveram uma perda de peso corporal de 2%, enquanto os que tomavam tesofensina apresentaram uma perda bem maior. Pacientes que tomavam uma dose de 0,25 mg de tesofensina tiveram uma perda de 6,5% de peso; pacientes que tomavam a dose intermediária de 0,5 mg do medicamento perderam 11,2% do peso do corpo; e aqueles tomando a maior dose de 1 mg perderam 12,6% do peso do corpo. Nos grupos com as doses maiores, houve uma queda de quatro pontos no IMC em um período de 24 meses.

Outros benefícios que os pacientes experimentaram tomando a tesofensina foram:

  • redução do apetite após 14 dias tomando o medicamento, além de uma sensação melhor de saciedade e menos desejo de comer;
  • aumento da oxidação de gordura e diminuição do tecido adiposo. A oxidação de gordura aumentou em 15% e a oxidação de proteínas foi menor. Testes comprovaram a diminuição do tecido adiposo;
  • maiores níveis de sensibilidade à insulina foram notados, aumentando e melhorando o metabolismo de glicose, o que faz dela um bom medicamento para pacientes com risco de diabetes tipo 2;
  • aumento do gasto de energia em 6% após 14 dias de uso do medicamento, diretamente ligado ao uso da tesofensina. 

É Segura?

Infelizmente, mesmo durante o estudo a tesofensina mostrou alguns efeitos colaterais: aumento da taxa cardíaca (pulso anormalmente rápido), pressão arterial elevada e perda de massa muscular. Qualquer medicamento para perda de peso deve focar na eliminação de tecido de gordura, deixando a massa muscular magra intacta. Esse parece não ser o caso da tesofensina, que também causou a perda de massa muscular.

Outros efeitos colaterais também foram relacionados ao medicamento, como boca seca, náusea, dor de cabeça, insônia, diarreia e prisão de ventre. 13% das pessoas obesas que participaram do estudo tiveram que interromper o uso do medicamento por questões de segurança.

Pelas mesmas razões, foi decidido, ao fim do estudo, que mais testes clínicos com a tesofensina eram necessários antes que ela pudesse ser produzida e comercializada como um medicamento para tratamento da obesidade, já que ela demonstrou possíveis efeitos prejudiciais.

Em 2011, a US Food and Drug Administration (FDA) e a European Medicines Agency (EMA) deram seus pareceres sobre o desenvolvimento da tesofensina. A próxima fase do estudo pode levar de três a cinco anos ou mais.

Considerações Finais

A tesofensina emagrece mesmo, e pode ser um medicamento muito eficaz para ajudar pessoas obesas a perderem peso. Seus efeitos atuam de forma a causar uma perda de peso real e significativa. Para alguns pacientes, um medicamento como a tesofensina pode ser a diferença entre emagrecer “naturalmente” e emagrecer com uma cirurgia, como a bariátrica (redução de estômago).

De acordo com os resultados de estudos, e possível perceber que ainda não há um medicamento para tratar a obesidade que seja livre de efeitos colaterais, e que se a tesofensina chegar ao mercado, o que ainda pode levar muitos anos para acontecer, ela não será um medicamento que poderá ser usado por todas as pessoas.

Vale lembrar também que a tesofensina é um medicamento que será vendido sob prescrição médica e que, quando comercializada, será para uso no tratamento da obesidade. No caso de sobrepeso ou apenas alguns quilos a mais, a melhor solução para perder peso continua sendo uma dieta saudável e balanceada e exercícios físicos regulares, gerando uma perda de peso lenta e duradoura.

Comments closed